Os grupos e atrações selecionados para este festival são:

Grupo Ars Longa

Grupo Ars Longa

ARS LONGA

O Conjunto de Música Antiga Ars Longa, criado por Teresa Paz e Aland López em 1994, pertence desde 1995 ao Escritório do Historiador da Cidade de Havana. Composto por músicos graduados em conservatórios de música de Havana e do Instituto Superior de Arte, o conjunto dedicou-se ao estudo e pesquisa de diferentes períodos e estilos musicais, da Idade Média ao Barroco. Ocupa um lugar importante em seu repertório a música do período dos vice-reinados na América e, a partir da pesquisa do mais antigo legado musical cubano, Ars Longa abordou a interpretação e registro de versões históricas da obra de Esteban Salas (Cuba, 1725-1803) maestro de Capela da Catedral de Santiago de Cuba entre 1764 e 1803. Desde a sua fundação tem oferecido inúmeros concertos nas mais prestigiosas salas do país, bem como apresentações em importantes festivais e eventos nacionais e internacionais.

Integrantes

Teresa Paz – Diretora, soprano
Adalis Santiesteban – Mezzo-soprano
Yunié Gaínza – Contratenor
Arianna Ochoa – Violino barroco
Beatriz López- Violino barroco
Ainel González- Contínuo e percussão
Rodrigo López – Oboé barroco, flautas de bico
Aland López – Violão barroco

 

Ler Mais

Bumba Ópera

Bumba Ópera

Fundado em 25 de novembro de 2011 por Gustavo Santos Correia e formado por músicos e cantores eruditos e populares, o Coro e Orquestra Experimental Bumba Ópera tem como objetivo contribuir para fomentação de repertório para a música dramática brasileira sobre estruturas musicais socialmente comuns em nosso país, priorizando formas como cantatas, oratórios, óperas e musicais que equilibram música erudita e música nativa de várias regiões do país. Nesta oportunidade interpretará o oratório popular “A Lenda da Serpente”, premiada em 2013 pela Fundação Nacional de Arte.

Cia. Bumba Ópera Musicais
Gustavo S. Correia Regente
Quarteto
Lívia Correia – soprano lírica
Camila Reis – meio soprano popular
Telissandro Barbosa – tenor
Gustavo Correia – tenor spinto

Leia Mais

Paraguai Barroco

Paraguay Barroco

Criado por “Le Couvent”- Centre International des Chemins du Baroque – e dirigido por Judith Pacquier, com a intervenção do violinista barroco Olivier Briand, os jovens músicos que compõem o ensemble aperfeiçoaram-se na França, o Paraguai e o Peru, realizando numerosas tournées e tornando-se embaixadores culturais do Paraguai mundo afora. Consagrados à música dos séculos XVII e XVIII, abordam os repertórios que vão da música barroca e pré-barroca até as obras de expressão popular da América Latina, derivadas do imenso corpus do barroco latino-americano. Tem contribuído à difusão da música barroca, em numerosos workshops e formado novas gerações de jovens intérpretes amadores. Seu perfil multifacetado lhes permite tocar, teatralizar e cantar, diversificando seus recursos visuais e sonoros numa verdadeira festa.

Integrantes:
Alexandre Chauffaud (diretor) – violão de quatro ordens
Jessica Bogado – Soprano
María Paz Ortiz – Violino / soprano
Regina Yugovich – Violino / flauta/contralto
Sara Arana – Violino
Benjamin Baez – Flauta / violoncelo / tenor
Santiago Olmedo – Violoncello / laudarra
Victoria Oviedo – Harpa de duas ordens
Alfredo Yahari – violino
Jose Villamayor – alaúde ateorbado

Leia Mais

Zarabanda é um conjunto dedicado à interpretação musical historicamente informada. Como projeto artístico, tem entre seus propósitos projetar-se nas diferentes áreas em que os seus integrantes atuam: família, escola, comunidade, orquestras, academias. O conjunto trabalha em um programa de aulas e recitais com jovens do Sistema Nacional de Orquestras Juvenis e Infantis da Venezuela, ao qual o conjunto pertence. Participaram dos festivais “Yes Bach”, “Viva Vivaldi”, “Zelenka Cycle” e “Decus Mundi”. Fazem parte também da Orquesta Barroca Juvenil Simón Bolívar, primeiro agrupamento inteiramente dedicado ao repertório barroco na Venezuela. Desde a sua criação em 2011, Zarabanda vem abordando as obras dos maiores representantes do Barroco europeu, como Bach, Handel, Vivaldi, Scarlatti, Couperin e muitos outros.

Integrantes
Adela Barreto – piano
Eloy Daniel Medina Barreto – violoncelo barroco
Convidado Especial: Pedro Colombet – violão, quatro e maracas

Programa

Leia Mais

Conjunto de Música Antiga da UFF

Conjunto de Música Antiga da UFF

Recriar a sonoridade da Idade Média e do Renascimento, buscando entreter o espectador com o fascínio das músicas e histórias presentes nesses ricos repertórios, resgatando e transmitindo não apenas a música, mas a própria visão de mundo dessas épocas. Esse é o objetivo do conjunto Música Antiga da UFF que vem cumprindo há trinta anos, o princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, como um processo formativo que busca também o intercâmbio do aluno com a sociedade. O grupo continua pesquisando e descobrindo novas formas de levar ao público a cultura, a mentalidade e a música desenvolvidas na Europa Ocidental ao longo de seis séculos e que está na base da formação cultural do Brasil. O programa “A Música no tempo dos Jesuítas”, traz um pouco da música produzida nas Américas, espanhola e portuguesa no “Siglo de oro” que forjou os contornos da Arte Barroca também chamada Arte da Contra Reforma.

Integrantes:
Mario Orlando (diretor) – flautas doces, krummhorns, viola da gamba e canto
Leandro Mendes – flautas doces, krummhorns e canto
Lenora Pinto Mendes – flautas doces, krummhorns, violas da gamba e canto
Márcio Paes Selles – flautas doces, krummhorns, viola da gamba e canto
Virgínia Van der Linden – flautas transversas, rauschpfeife e canto
Sônia Leal Wegenast – canto e percussão

Leia Mais